Vampiro Era Clássica


A Comunidade de World of Darkness, desfruta de uma plataforma onde os fãs da franquia que desejam contribuir para o cenário de alguma forma, são livres para publicar seus trabalhos: o Storyteller’s Vault. É possível encontrar trabalhos de grande valor informacional e qualidade no site, e a comunidade brasileira vem se destacando com títulos como: Capital by Night de Tico Ro Amadeu, Rio de Janeiro Noturno de Felipe Daen e Esgotos: Uma Guia Nosferatu de Chrystian Rissoli. Este útlimo autor, há pouco tempo, publicou outro excelente trabalho que merece destaque em nosso Blog: Vampiro: A Era Clássica.


O livro segue o formato da Edição de 20 anos ou V20 para os íntimos, entretanto dizer isso não faz jus à grandiosidade deste trabalho. O livro é uma verdadeira enciclopédia de vampiro, muito bom para os amantes do lore. A tal “Era Clássica” foi:


“Antes da Idade das Trevas, a humanidade passou por um período chamado Era Clássica. A Era Clássica foi um período conhecido pela humanidade em que nós evoluímos em muitos aspectos. Nesta época, surgiu a filosofia, com grandes pensadores como Pitágoras, Sócrates, Aristóteles e entre outros. Enquanto sociedade, nós desenvolvemos a arquitetura em muitos aspectos, apresentando as conhecidas colunas Jônicas, Dóricas e Coríntias. A literatura começou a fazer parte do cotidiano entre os Gregos e depois entre os Romanos. Nossa agricultura, navegação, a representação artística de pinturas e esculturas e claro, desenvolvemos táticas militares que também foram muito bem aproveitados.” (RISSOLI, pág 10)


Sendo assim, a temática central deste trabalho baseia-se no período pré-medieval, entre o Século VIII a.C. e o Século V d.C., quando a humanidade ainda estava realizando suas grandes contribuições filosóficas e técnicas, que definiram muito do que somos atualmente, antes do período sombrio onde esquecemos essas diversas contribuições. Além de ser um manual sobre as características dessa época, o livro também apresenta novas mecânicas para interpretar os vampiros da Era Clássica, tal qual o livro Idade das Trevas publicado pela própria White Wolf.


A ficha é bem similar a Idade das Trevas com duas importantes distinções, os Campos de Filosofia e História do Clã. Filosofia substituí Humanidade em Era Clássica, entretanto não é um simples nome diferente, nesta época os caminhos de conhecimento ainda não eram totalmente dogmáticos quanto na Idade das Trevas onde a temática se torna mais religiosa, ao invés disso todos eles são temática de discussão intelectual dentre os vampiros, inclusive a própria filosofia humanista que desencadeou o caminho da humanidade.


A História do Clã se refere aos conhecimentos sobre a própria história, filosofia e tradições do clã. Nesta época os clãs ainda se encontravam unidos como unidades familiares, e apesar de haver descordâncias internas, a situação política não havia explodido e os clãs desmoronados como na idade das trevas, as diferenças eram muitas vezes resolvidas em debates ou combates justos. Era muito comum ver vampiros novos com conhecimento profundo da história de seus clãs, assim como vampiros de outros clãs que possuiam conhecimento sobre vários clãs, como dito anteriormente, durante a Era Clássica muita coisa ainda não tinha se perdido.


A situação política da Era Clássica é um pouco mais complicada que na Idade das Trevas. Diferenças entre clãs eram muitas vezes resolvidas diplomaticamente. Muitas cidades possuíam conselhos internos que decidiam as leis e políticas vampíricas, como Roma. As tradições vampíricas que foram tidas como norma na Idade das Trevas e posteriormente positivadas pela Camarilla na Convenção de Torns, estavam em sua infância. Muitos clãs ainda não estavam apresentando tendências expansionistas como no período medieval. Apesar disso, a Era Clássica é marcada pelo medo do Infernalismo.


A última Guerra Baali foi muito recente para alguns vampiros, é comum encontrar veteranos com Estresse pós-traumático dos conflitos nesta época. Fora isso a Queda de Cártago durante as Guerras Púnicas, ocorreu justamente no período clássico, então as tensões entre o Clá Brujah e o Clã Ventrue estão mais fortes do que nunca. É comum guerras serem travadas contra os clãs do Leste como Tzimisce, Filhos de Haqim e Setitas, nesta época os Clãs Europeus começam a ter medo dos outros clãs que se espalharam pelo mundo e desenvolveram culturas diferentes. Os Clãs do Oriente Médio por sua vez, tentam se aproveitar de invasões na Europa para estabelecer domínios no continente, como durante as Guerras Médicas.


Quase todos os Clãs são apresentados de forma muito diferente, tantos das Noites Finais, quanto da Idade das Trevas. O Clã Brujah ainda é composto primariamente por filósofos, intelectuais e nobres guerreiros, ainda não tendo sua queda e se tornando o Clã dos Rebeldes, apesar de membros que se enquadram no esteriótipo atual já existirem. Os Ventrue ainda são so Patrícios de Roma antiga, muito pouco interessados em poder econômico que ainda lutava para se estabelecer, e mais atraídos pela política, a filosofia, o prestígio da linhagem e as tradições. É comum ver Capadócios e Salubri sendo bem recebidos em domínios e bem longe de serem caçados até a extinção. Obviamente jogadores que desejam jogar como Tremere ou Giovanni não os encontrarão neste livro, visto que ele trata de uma época antes do aparecimento desses clãs.


Sobre as mecânicas, um importante destaque deve ser feito. O autor apresenta regras diferentes para Potência, Fortitude e Rapidez. Primeiramente existem dois tipos de regra. As regras apresentadas no livro são inspiradas em Vampiro: O Réquiem, e o atual Vampiro Quinta Edição, significando que a cada nível são apresentados poderes diferentes, e não há apenas o acréscimo de dados como em edições passadas. Entretanto, o autor reconhece que alguns jogadores preferem as regras antigas, e por conta disso também oferece a oportunidade do jogo ser jogado com as Disciplinas tal como estão no V3 e V20, elas estão na sessão Rapidez Tradicional, Potência Tradicional e Fortitude Tradicional. Isto é conveniente para atrair tanto novos jogadores quanto antigos. O livro também apresenta linhagens novas, mas para evitar “Spoilers” digamos que o autor usou parte da criatividade para criar novos tipos de vampiros bem interessantes.


Vampiro: A Era Clássica pode ser adquirido no Storyteller’s Vault pelo preço de 15 dólares e 99 centavos, algo mais ou menos entre 80 e 90 reais, o que é um preço bem em conta quando considerado o fato de que é um livro imenso com regras novas e ainda explicações de Lore. O preço deve ser reduzido em futuras promoções. O material está disponível nos idiomas Inglês e Português.


Yuri, O Precursor.

166 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Formulário de Inscrição

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram