Pequenos Vampiros


PEQUENOS VAMPIROS

Na cultura pop é muito comum ver livro, filmes e séries sobre vampiros em geral, porém é difícil que um destes membros se trate de uma criança, talvez pelo fato dos pequenos representarem inocência e a figura do vampiros ser ligada a depravação e corrupção, na literatura popular as principais referências que posso citar são, Claudia do clássico da literatura Entrevista com vampiro da Anne Rice, Eli do clássico Let me in escrito por John Ajvide.


 Nos seriados e filmes temos também American Horror Story: Hotel sua 5° temporada na qual uma personagem é uma vampira que transforma crianças para torná-las seus filhos, o antagonista da 1° temporada de Buffy a caçadora de vampiros se tratava de um vampiro criança que estava destinado a libertar demônios na terra, em Crepúsculo “sim crepúsculo, não me mate por citar” existe Vasilii que é uma criança que causa um massacre na Ucrânia. E por último até mesmo tem um Hq da Marvel no qual mostra Blade encontrando um grupo de vampiros de aparência muito jovens apesar de possuírem mais de 300 anos é usarem sua aparente inocência para caçar.

Crianças Na Passagem Do Tempo.

Você não deveria abraçar quem é indigno, Você não deveria abraçar alguém como punição, Você não deve abraçar aqueles que ainda são jovens, Eles devem viver muito antes de poder entrar na nossa Família, Assim, a sabedoria a nossa linhagem crescerá. - O Livro de Nod

Geralmente abraçadas por remorso, culpa, piedade, solidão, sadismo e algumas vezes por competência muitas crianças já foram abraçadas contra ou a favor da sua vontade, apesar dos fragmentos deste fragmentado Livro de Nod, em muitos clãs atuais se discutem lendas sobre tais figura enigmáticas no passado, algumas lendas deixam a entender que uma vez um jovem Príncipe encantou Caim com sua sabedoria e sinceridade, vendo isso o pai sombrio o considerou digno do abraço e o mesmo veio a ser conhecido como progenitor do clã Ventrue, certa lenda também que Lamdiel progênie de Malkav também se tratava de um menino cego com dons premonitórios, até mesmo entre os Nosferatu circulam rumores de que seu antediluviano abraçará uma criança que matará sua aldeia inteira envenenando-os.

Durante as revoltas anarquista muitos vampiros que foram transformados precocemente se uniram ao movimento em busca de aceitação e companhia sendo bem acolhidos pelos membros, apesar disso foram quase dizimados nos anos seguintes desta forma o gráfico desta parte da população cainita tem um aspecto de parábola superior, onde ou os pequenos vampiros são muito velhos ou muito novos.


O Sangue


A vitae é uma parte importante da vida de um vampiro sendo um jovem vampiro ou não, inicialmente os senhores caçam para os recém transformados pois apesar da ideia de vulnerabilidade, fragilidade e inocência quanto mais nova a criança era quando foi transformada mais vulnerável a besta a mesma é, após isso elas passam para animais até que aprendam a manipular para tomar a vitae dos adultos, apesar de serem pequenas o sangue vampírico fica mais denso em seus pequenos corpos então os mesmos podem comportar tanto sangue quanto sua geração permitir. Se não tiver alguém para instrui-los nesses primeiros passos após abraçadas os jovens tende a procurar os seus parentes porém se veem surpresas ao chegar ao frenesi destruindo sua antiga família e criando um rastro de sangue indo de familiares até seus amigos, sendo um ótimo gancho para crônica com foco no horror pessoal tão existente no sistema.


As Seitas


A Camarilla


Geralmente quando um Vampiro é permitido de criar progênie pelo príncipe não existe limitação de quem o mesmo poderá escolher, Mesmo assim o príncipe é livre para não aceitar uma criança na sua cidade, comumente há membros que tenham tal limitação física e mesmo assim são aceitos dentro da sociedade pois possuem senhores de renome, os membros que foram abraçados de outros domínios que aceitarem as regras do Príncipe também são bem-vindos na cidade e são tratados como membro comum apesar de que seja difícil ganhar um cargo superior.


O Sabá


Fazendo abraços em massa de crianças para causar confusões para a Camarilla porem isso não acontece tão frequentemente, apesar de ser mais fácil uma criança ser abraçada dentro dessa seita, dificilmente sobrevivem por serem usados como bucha de canhão, espiões ou até uma forma de desviar a atenção da Camarilla que se preocupa com a máscara, todavia isso não significa que são mal tratados afinal também fazem parte do bando, alguns chegando até em posições mais elevadas com Arcebispo ou Bispo de uma cidade.


Criação de personagens

Nem todas as crianças estão na mesma condição mental e frequentemente vem de núcleos tão diversos quanto os dos adultos como o valentão da escola, o tímido, o jovem prodígio, o fruto de lar atormentado, o atleta e etc.

Apesar de uma inocência aparente e um rosto angelical agora você sabe que os monstros são reais e você é um deles, a falta de empatia torna as crianças egoístas e mesquinhas por natureza, tornando seu auto controle baixo apesar de sua humanidade relativamente alta (7/8), afinal as crianças não são mais cruéis que os outros humanos elas somente não atuam, sua força de vontade não deve passar de 5 inicialmente.

Dificilmente uma criança terá um atributo maior que 3 além de que quanto a criação de personagens crianças não podem possuir força é vigor maior que 2 (segundo as regras do V20), além de adquirir o defeito baixa estatura sem ganhar pontos por isso sem contar o estigma social tornando +2 de dificuldade em testes sociais importante (+1 de dificuldade se o narrador preferir).

O narrador pode também pedir uma distribuição de pontos de habilidades em 11/7/4 em vez do 13/9/5, sem habilidades acima de 3 em alguns casos até de 2 pontos porém as crianças tendem a ser curiosas e aprendem rapidamente.

Quanto a disciplinas os pequenos podem ser tão aptos ou até melhores quanto qualquer vampiro "exceto aquelas disciplinas que necessitam de conhecimento mais aprofundado", os seus novos dons sobrenaturais são aprendidos geralmente em brincadeira usando Ofuscação e rapidez para brincar de esconde-esconde, auspícios em cabra cega e Animalismo para brincar com seus amiguinhos animais.

Ao público infantil antecedente como influencia, status, fama e recursos são bastante raros, a sua gerações geralmente também não é muito baixa porém sempre existem exceções, além de quê geralmente estas crianças também abraçam as crianças mortais pois assim não serão dadas como inferiores.

Os clãs

Assamitas


Geralmente as crianças são raramente abraçadas porém quando são elas são pertencentes a casta vizires, pois os feiticeiros requerem alunos com habilidades místicas e estudos esotéricos que são estimulados desde cedo, se uma destas figuras estiver em um grande risco de morte o assamita não vai deixar tal recurso tão importante para o clã ser perdido.


Brujah


Os pequenos são abraçados frequentemente em atos de rebeldia contra a Camarilla, como criação de bucha de canhão, até em atos de redenção e em algumas vezes como um veículo de influência para áreas de pouco acesso como favelas, não é raro ter círculos dentro do próprio clã compostos somente por crianças.


Gangrel


A tendência de converter fugitivos, sobreviventes e rejeitados torna os Gangreis os mais propensos a abraçar as crianças, os mesmos podem futuramente até dispensar a ajuda de um senhor se tornando um guia para os novos pequenos transformados que foram abandonados.


Giovanni


Raramente existirá alguma criança vampírica Giovanni graças a política de abraço que é regida pelo Anziani de Veneza, em vez do abraço geralmente é ocorrido o beijo de procuração, o abraço só ocorrerá em casos verdadeiramente extremos, até depois de mortos os pequenos ainda podem servir a família, o maior motivo que cria tais membros é seus laços familiares.


Lasombra


Os pequenos guardiões sempre tem algo de muito especial para se tornarem membros, tanto pelo fato de ter sobrevivido aos critérios de seleção dos Lasombra como a própria concorrência interna do clã, apesar de serem poucos transformados fora dos abraço em massa do Sabá todas elas tem em comum, sua máscara de inocência escondendo uma criatura quase inumana.


Malkavian


Dificilmente é possível entender as razões do abraço dos Malkavianos, principalmente quando se trata do abraço a crianças, geralmente são companheiros de brincadeira dos membros mais infantis do clã e poucos sobrevivem a sua loucura, aqueles que sobrevivem estão permanentemente fadados a rede de loucura que conecta os membros.


Nosferatu


Já existe estabelecida uma tradição de abraço infantis, sempre abraçando aqueles a margem da sociedade o que inclui aquelas crianças vítimas de famílias quebradas, os pequenos tendem a ser gratos pela oportunidade e pela nova família, entre os mais novos abraçados o clã mantém a maior expectativa de vida “Ou não-vida no caso".


Ravnos


As crenças religiosas tornam raros abraços de crianças é mesmo assim poucas sobrevivem as noites modernas.


Seguidores de set


Eles comumente aceitam as crianças em suas fileiras, muitas vezes as mesmas são usadas como ferramentas e sua inocência vem a calhar, as pequenas serpentes também podem ser escolhidas por sinais auspiciosos como data de nascimento ou pele albina.


Toreador


Graças a sua ligação com a humanidade houveram muitos abraços, O clã da rosa diz usar o abraço para preservar a pureza das crianças, porém na verdade geralmente atraídos pelas habilidades dos jovens prodígios principalmente na área canto, quando os cantores são transformados são chamados de "nightingales" é são tratados como itens de decoração, ao ver que com o passar do tempo suas crias o entedia os toreadores as lançam para o mundo sem preocupação.


Tremere


Apesar de valorizar habilidades místicas os Tremere preferem cultivá-las ao invés de tomá-las prematuramente, apesar da idade não ser impedimento para as habilidades sobrenaturais como telecinese, pirocines ou vislumbrar presenças fantasmagóricas, quando transformados para preservar a tais habilidades inatas, os mesmos são tratados muito bem apesar de não terem tanto apoio emocional fazendo com que tenho se tornar maduros muito rápido.


Tzmisce


Os demônios não tem escrúpulos e quando abraça uma crianças as tornam monstros, às vezes como Vingança ele pega uma criança mortal de uma família a transforma e depois a devolve para seu lar para que a mesma estraçalhe seu rivais, alguns Tzmisce também transformam os pequenos em festins de guerra para entreter os convidados é usá-los futuramente como ratos de laboratórios, quase nenhuma sobrevivem e quando conseguem se tornam criaturas grotescas é confusas.


Ventrue


Um abraço no clã de sangue azul quase não ocorrem pelo fato de que nenhuma criança tem um bem estruturado mapa de influência desta forma sendo pouco útil, uma vez ou outra ventrue podem abraçar crianças do seus laços familiares.

Membros Memoráveis

Vasilisa



 Um nosferatu nictuku que matou Baba Yaga, o mesmo foi transformado por Absimiliard sendo então um 4° geração é sendo tão poderoso que é dito que o mesmo já transcendeu as limitações de disciplinas é faz o que quiser fazer.


Genina 



Uma samedi que foi colocada na lista vermelha da Camarilla por cometer vários assassinatos e deixar suas vítimas como esculturas grotescas, sempre deixa um bilhete com versos que remetem a existência de vampiros, quanto suas vítimas se tratam de abusadores de crianças.


Teresita 



Uma criança Nosferatu que foi abraçada por um arconte da Camarilla, porém logo que pode partiu para mão negra que lidera um bando no México chamado Los Ninõs Heroes, se tornou uma especialista em invadir é espionar cidades pertencentes a grande seita.


Mowgli


Mowgli é um gangrel antitribu que ameaça a Camarilla da nova Inglaterra com seu grupo intitulado a ordem Mowgli.


Elaine Cassidy


Uma garota mortal que ao despertar o interesse de um ancião tzmisce teve seu corpo unido ao dele juntos Velya e Elaine Cassidy se tornaram um só.


Referências:


Livros Pequenos Vampiros, O Livro de Nod, A lista Vermelha, Enciclopédia Vampírica.


Sites Wiki White Wolf.

By: Thyago Henrique / Rosetta Reed.

1 visualização
 

Formulário de Inscrição

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram