domingo, 22 de março de 2020

O que é Fome na Quinta Edição de Vampiro: A Máscara.




Olá Vampiros, Lobisomens, 

Magos, Aparições, Fadas, Múmias, Demônios e outras criaturas sobrenaturais deste vasto e grandioso Mundo das Trevas. Aqui é seu amigo do Vale Yuri Ramos, e eu vim por meio de livre e espontânea pressão e medo de Diablerie, passar algumas informações sobre a nova edição de Vampiro a Máscara que eu percebi como sendo um pouco difíceis de entender então, iremos começar com um conceito extremamente básico, mas que pode confundir um pouco: A Fome.

Mecanicamente, Fome é um aspecto do jogo simples. Ela substituí os famosos pontos de sangue de edições passadas. Porém, no caso da Fome, ela pretende realçar ainda mais o aspecto de terror pessoal que havia sido esquecido um pouco nas edições antigas. Ao contrário de gastar pontos para usar poderes, agora o vampiro sempre corre o risco de ganhar um status conhecido como Pontos de Fome, através de um teste de Ativação de Sangue ou “Rouse Check” originalmente.

Para alguns testes de poderes um, ou mais Ativações de Sangue são necessários e sempre existe 50% de chance do vampiro adquirir Fome ou não. Quanto mais Fome, mais perto do Frenesi. Um vampiro pode ter até 5 Pontos de Fome, todo vampiro sempre começa com pelo menos um Ponto de Fome, e ele não pode se livrar deste ponto a menos que se alimente de um ser humano completamente e sinta seu coração parar de bater, só isso sacia sua Besta de forma completa.

Quando o vampiro possuí um ou mais Pontos de Sangue ele deve, além de jogar seus dados normais, jogar seus dados de fome. Estes dados devem ser de cor diferente dos dados regulares jogados para testes com Atributos e Habilidades, geralmente utilizam-se dados de cor avermelhada para diferenciar, sucessos ou falhas com estes dados funcionam como sucessos ou falhas normais entretanto, representam a Besta sempre olhando para o que o vampiro faz.

Os Pontos de Fome também causam outros impactos, como o Crítico Bagunçado (Messy Critical) e a Falha Bestial (Bestial Failure). Os Críticos Bagunçados são o que ocorre quando um Vampiro rola um dez em um dado regular e outro dez em um dado de fome, ou dois dez em dados de fome. Em condições normais dois números dez constituem um crítico e o vampiro consegue mais 2 sucessos. Porém, com o Crítico Bagunçado, além de o jogador receber dois sucessos extras, ele completa o teste mostrando sua Besta, fica a critério do Narrador como ele quer resolver isso, Manchas na Humanidade, impossibilitar futuros testes naquela situação etc...

Já as Falhas Bestiais ocorrem quando o jogador falha em um teste ou seja, ele pode até conseguir sucessos, mas não suficientes e tem pelo menos o número 1 em um dos seus dados de fome. O jogador falha miseravelmente o teste e sua Besta fica extremamente zangada a ponto de tomar o controle, nessa situação Força de Vontade ou Willpower só pode ser usada para rejogar o teste e não para tomar controle do personagem já que Falhas Bestiais não são Frenesi.

Em roleplay, os jogadores e o narrador devem sempre arranjar um tempo para a Besta, de preferência utilize a Besta como a voz na consciência do vampiro que o induz ao erro, a se entregar totalmente aos seus desejos. Conhece os personagens de seus Jogadores, conheça seus medos e suas ambições, aqueles que são os mais importantes para eles, e os ameace. Nunca tenha medo de forçar a barra por assim dizer, a Besta é para ser desconfortável. Sempre esteja aberto para ser ignorado ou para entrar em um debate mental com o Jogador.

Jogadores, vocês sempre tem a opção de se entregar à Besta e, Curtir a Onda ou Ride the Wave originalmente. Isto seria concordar com a Besta. Com certeza acarreta em perda de Humanidade ou pelo menos Manchas na Humanidade, mas pode salvar o personagem de certas situações. Narradores devem deixar os jogadores terem certo controle sobre os personagens se escolherem não resistir.

Enfim espero que este pequeno resumo tenha sido útil para os novos e antigos, espero que tenham um bom roleplay, e sempre respeitem sua mesa, afinal de contas este é um jogo sobre monstros, mas não é uma desculpa para que vocês se tornem monstros na vida real e como sempre, Boa noite e Boa sorte.

Yuri Ramos, O Capadócio
março 22, 2020 / by / 0 Comments

Nenhum comentário:

Postar um comentário